Imagem capa - Você conhece a história do Doce Bem-casado? por Eduardo Antonio Neri
CasamentosDicasCuriosidades

Você conhece a história do Doce Bem-casado?

Não há nada comparado a um delicioso doce em uma embalagem encantadora e que ainda represente a união e o amor em um momento tão romântico! Este é o caso do doce bem casado que agrega além de sabor, significado e história em muitos casamentos. A história sobre a origem do bem casado não é muito definida, mas sabemos que o doce deve ter mais de 100 anos de existência. A maioria das fontes diz que o doce surgiu em Portugal, derivado dos “casadinhos portugueses”, porem há relatos de que pode ter surgido na Espanha e até mesmo na África do Sul.

Segundo a tradição, para garantir uma feliz união, os noivos devem entregar a cada convidado um bem casado. Ele representa duas partes que se unem (o noivo e a noiva) que são seladas pela cumplicidade e respeito mútuo. Para se ter muita sorte e felicidade nesta união deverá ser distribuído um bem casado para cada convidado e todo aquele que saborear o doce estará sendo abençoado com a mesma sorte e a felicidade dos noivos.




Os bem casados são confeccionados artesanalmente e sua textura é suave e macia, normalmente recheados com doce de leite, mas atualmente já existem outras versões de sabores no mercado. Suas embalagens chamam a atenção pela delicadeza, requinte e bom gosto. E como festejar a felicidade está em alta, O Cerimonial separou algumas datas importantes para presentear seus convidados com este delicioso mimo:

- Bem Casados - Casamentos: dar sorte ao casal e convidados;
- Bem Nascidos – Maternidade e Batizados: boas vindas ao bebê desejando vida feliz e muita saúde;
- Bem Vividos – Aniversários: dar as bênçãos por mais um ano vivido;
- Bem Sucedidos – Empresas: oferecer prosperidade e fortuna;
- Bem Unidos – Bodas: para compartilhar a união feliz e o amor eterno;
- Bem Formandos – Formatura: dar sorte à carreira que se inicia;
- Bem Jovens – Debutantes: para compartilhar a juventude eterna.

Além disso, os bem casados também podem ser oferecidos em eventos como Primeira Comunhão, Chás de Panela e de Fralda. Para calcular o número certo é preciso primeiramente saber como eles serão distribuídos. Se a mesa estiver decorada com estes doces e for de livre acesso aos convidados, recomenda-se de 2 a 3 unidades por pessoa. Se houver uma mesa na saída do evento com algum profissional do evento entregando, o ideal são duas unidades por pessoa. Encomendar também duas unidades por pessoa se o bem casado for entregue como lembrancinha dentro de uma caixinha personalizada ou então, uma unidade por pessoa posicionados ao lado de cada prato na arrumação da mesa. O importante é que este doce símbolo de felicidades não falte jamais em um momento tão especial.


Fonte: http://www.ocerimonial.com.br/artigo/a-origem-do-bem-casado