Imagem capa - Fotografia e Amor, qual a relação? por Eduardo Antonio Neri
Cotidiano

Fotografia e Amor, qual a relação?

Neste tempo de vivência, ainda que curto na fotografia, aprendi diversas coisas: composição, equilíbrio da luz, fotometria, ajustes de velocidade, direção de modelos, edição de imagens, etc... Mas além disso, que seria o básico, aprendi realmente o que devemos fazer ao fotografar, aprendemos também o que há de mais importante numa imagem, demostrar sentimentos, emoção, alegria, felicidade, mas principalmente o amor. Sendo assim, veio pra mim o título do artigo: Fotografia e Amor, qual a relação?






A relação entre esses dois assuntos são óbvios, pois a fotografia como profissão, se não tiver amor naquilo que faz, pode render hoje, mas com certeza amanhã isso estará acabado, além disso, se não tiver amor ao fazer fotos, não vai saber entender o momento mais sublime do amor de duas pessoas que é o casamento, o amor à família, afinal, entender este momento é crucial para que minhas fotos realmente atinja os objetivos que busco que é demostrar além da foto, demonstrar a emoção daquele momento, o verdadeiro amor que exala do casal, da família, de todos que ali estão presentes para prestigiar o amor.


Essa correlação entre a foto e o amor, digamos me faz lembrar até de uma passagem bíblica citada abaixo:


AINDA que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.


O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.  O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado.

Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.


Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.






De que adiantar trabalhamos com a fotografia, vivermos da fotografia, ganharmos dinheiro com a fotografia, mas se não tem amor, pra que serviria? Qual objetivo teria, sendo que não há amor, não há sentimento nas fotos, não há sentimento ao contarmos suas histórias! Sem amor, de nada adiantaria... Você pode passar por problemas, turbulências, injustiças, mas se tem amor aliada a vontade de fazer sempre o melhor, você perseverá...


E independente do que passarmos, as dificuldades, as tristezas... se tivermos fé, a esperança e o amor, tudo será diferente! Mas com certeza, só teremos sucesso, só conseguiremos passar toda emoção, todo o sentimento, toda a felicidade, mas principalmente o amor daquele momento, se realmente tivermos o amor em nossos olhos, em nosso coração, em nossa percepção dos momentos, em nossas atitudes, se tivermos amor por essa profissão... Caso contrário nada disso será possível...






E isso vale para todas as profissões, sem amor... do que adianta? Coloque amor naquilo que faz, no seu dia-dia, que com certeza tudo mudará pra vc e na sua vida...


Portanto, posso dizer, e quem me conhece sabe muito bem, que amo fazer esse trabalho, amo retratar o amor... bora retratar o seu amor tbém!!!


Pra quem gostaria de ver um vídeo dessa mensagem da Carta de São Paulo aos Coríntios... assista a este vídeo brilhante em que Cid Moreira narra esta mensagem no programa Alta Horas. https://www.youtube.com/watch?v=edLTGEHQvy4