09/06/2021 às 17:39 Casamentos Dicas Curiosidades

Você conhece a história do Doce Bem-casado?

695
2min de leitura

Não há nada comparado a um delicioso doce em uma embalagem encantadora e que ainda represente a união e o amor em um momento tão romântico! Este é o caso do doce bem casado que agrega além de sabor, significado e história em muitos casamentos. A história sobre a origem do bem casado não é muito definida, mas sabemos que o doce deve ter mais de 100 anos de existência. A maioria das fontes diz que o doce surgiu em Portugal, derivado dos “casadinhos portugueses”, porem há relatos de que pode ter surgido na Espanha e até mesmo na África do Sul.Segundo a tradição, para garantir uma feliz união, os noivos devem entregar a cada convidado um bem casado. Ele representa duas partes que se unem (o noivo e a noiva) que são seladas pela cumplicidade e respeito mútuo. Para se ter muita sorte e felicidade nesta união deverá ser distribuído um bem casado para cada convidado e todo aquele que saborear o doce estará sendo abençoado com a mesma sorte e a felicidade dos noivos.

Os bem casados são confeccionados artesanalmente e sua textura é suave e macia, normalmente recheados com doce de leite, mas atualmente já existem outras versões de sabores no mercado. Suas embalagens chamam a atenção pela delicadeza, requinte e bom gosto. E como festejar a felicidade está em alta, O Cerimonial separou algumas datas importantes para presentear seus convidados com este delicioso mimo:- Bem Casados - Casamentos: dar sorte ao casal e convidados;- Bem Nascidos – Maternidade e Batizados: boas vindas ao bebê desejando vida feliz e muita saúde;- Bem Vividos – Aniversários: dar as bênçãos por mais um ano vivido;- Bem Sucedidos – Empresas: oferecer prosperidade e fortuna;- Bem Unidos – Bodas: para compartilhar a união feliz e o amor eterno;- Bem Formandos – Formatura: dar sorte à carreira que se inicia;- Bem Jovens – Debutantes: para compartilhar a juventude eterna.Além disso, os bem casados também podem ser oferecidos em eventos como Primeira Comunhão, Chás de Panela e de Fralda. Para calcular o número certo é preciso primeiramente saber como eles serão distribuídos. Se a mesa estiver decorada com estes doces e for de livre acesso aos convidados, recomenda-se de 2 a 3 unidades por pessoa. Se houver uma mesa na saída do evento com algum profissional do evento entregando, o ideal são duas unidades por pessoa. Encomendar também duas unidades por pessoa se o bem casado for entregue como lembrancinha dentro de uma caixinha personalizada ou então, uma unidade por pessoa posicionados ao lado de cada prato na arrumação da mesa. O importante é que este doce símbolo de felicidades não falte jamais em um momento tão especial.

Fonte: http://www.ocerimonial.com.br/artigo/a-origem-do-bem-casado

09 Jun 2021

Você conhece a história do Doce Bem-casado?

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

bem casado bemcasado casamento casamentos cerimonial delícias do casamento doce doces para casamento docinhos eduardo neri fotografia fotografia de casamento história origem

Quem viu também curtiu

03 de Nov de 2018

Nosso Conceito, nossa nova Logomarca

09 de Jun de 2021

Dicas para você arrasar em seu ensaio de gestante!

16 de Ago de 2018

O poder que tem a Fotografia!

Olá, tudo bem? Seja bem vindo(a) Qualquer dúvida é só chamar aqui no Whats, ok?
Logo do Whatsapp